Você é um otimista?

Você é um otimista?

“Quando há confiança, o sujeito continuará a despender esforços para realizar suas metas, mesmo diante de adversidades.” (Michael Scheier)

Já fez algo cheio de confiança e ficou feliz com o resultado? O otimismo é a visão favorável do futuro. É a expectativa de encontrar a melhor solução para um problema ou o bem-estar em cada situação.

Porém, longe de pensar nele como “delirante”, “vagas esperanças”, “acreditar cegamente”, você pode refletir utilizando conceitos e práticas da Psicologia sobre os motivos de se estar ou não otimista:

  • Você estabelece seus propósitos conforme seus valores maiores de Vida
  • analisa e afina sua visão, sonhos e objetivos com a realidade
  • recruta em si mesmo quais forças e habilidades vai usar a respeito da situação que está vivendo
  • considera os eventos negativos, buscando neles oportunidades e lições de aprendizado
  • Lembra de situações iguais ou similares que já superou
  • Traça estratégias específicas dentro do que está ao seu alcance, se engaja e se esforça para cumpri-las, agindo com disciplina tática
  • Persevera na execução mesmo quando falta motivação, solucionando cada obstáculo que encontra no caminho

Então, você acredita que por ter uma meta clara, por colocar suas forças, dedicação e persistência na execução, possivelmente alcançará os resultados pretendidos. Perceba, então, que o otimismo, entendido desta forma, eleva em muito as chances obter sucesso.

O pessimismo e a mentalidade fixa

Já reparou que uma simples dúvida ou um pensamento negativo facilmente pode levá-lo a procrastinar ou a evitar o que imaginava fazer?

Você está mais pessimista quando nutre pensamentos invalidantes a respeito de uma situação ou de sua vida. Se você tem uma história de medos, fracassos, desrespeitos, subordinações ou instabilidade emocional, é possível que tenha várias crenças negativas sobre si, o outro e o mundo. O cultivo regular de pensamentos desta natureza, o negativismo (visão depreciativa com baixo grau de realidade) traz consequências que podem ser enquadradas na “mentalidade fixa”:

  • Você não acredita que seu esforço pode gerar mudanças e, por isso, não se empenha e age pouco, colecionando insucessos
  • Seus pensamentos de autossabotagem dificultam sua capacidade de realização, o que prejudica seus relacionamentos e resultados
  • Nutrindo pensamentos negativos você acaba se inativando, se isolando e confirmando a sua crença de fracasso, ficando sujeito à depressão e outros problemas físicos e psíquicos;
  • Por vezes pode ter dificuldade para enxergar as suas limitações e evita enfrentar seus desafios, por medo de que vejam suas fraquezas;
  • Sofre muito, pois não tem esperança de resolver seus problemas; consumido por medos, aos poucos deixa de agir;
  • E por fim a principal característica do mindset fixo: ao contrário do que a neurociência e a psicologia comprovam, você crê que as suas habilidades intelectuais e emocionais são natas, apenas; atrofia-se a cada dia, pois não busca desenvolvimento profissional e pessoal;

Vale menção ao perfeccionismo, que talvez você até considere útil para seu desempenho. Saiba que é uma armadilha, pois você se impõe a graus de excelência tão elevados que se frustra por não cumpri-los, por vezes evita iniciar atividades ou as interrompe ao meio, mantendo a sensação de fracasso. Tenha mais compaixão por você mesmo: que tal trocar esses padrões pesados para conquistar resultado e bem-estar com o roteiro mais leve do otimismo?

Caso você tenha se identificado com os itens acima, as dicas poderão ajudá-lo:

  • não ignore um evento negativo, mas se questione. Será que em vez de catastrofizar e generalizar, você não poderia ver uma ocorrência negativa como temporária e limitada a um contexto específico?
  • entenda seu padrão de funcionamento e recupere o protagonismo da sua vida. Deixe de ser vítima: independente do que aconteceu, agora é com você! Treine-se para substituir padrões inflexíveis e negativos pela expectativa positiva, realista, engajada na ação acerca do seu propósito, usando e acreditando em suas forças para superar os desafios; assim, suas chances de aumentar a produtividade serão muito maiores.                                                                                                                                                                                                 

Comparando resultados entre o “modo de ser” negativo e o positivo

Qual cenário você acha mais produtivo, com maior chance de sucesso? Seria você repetindo para si mesmo (ou seus filhos, colegas e colaboradores):

  1. “não sei se vou conseguir”, “se não for pra ficar perfeito, nem começo”, “estou com medo de não dar certo”, “vou continuar só para não perder o emprego ou para meus pais não brigarem comigo”, “é muito difícil”, “não aguento mais”, “não sei fazer”, “não é pra mim”. Será que não fica bem mais difícil agir (ou agir com eficácia, para conseguir resultados) em meio a tantos “nãos”? Ou,
  2. “tenho clareza do meu objetivo nesta questão, elaborei estratégias, estou inteiro (“Para ser grande, sê inteiro” – Fernando Pessoa) nesta situação, focado na disciplina de agir, pronto para superar adversidades e imprevistos. Sei quais forças e habilidades usar e acredito nelas para superar os desafios que eu tiver.  E por isso estou otimista quanto a conseguir meus resultados”

Otimismo, Mindset de Crescimento e Sucesso

“O sucesso nasce do querer, da determinação e persistência em se chegar a um objetivo. Mesmo não atingindo o alvo, quem busca e vence obstáculos, no mínimo fará coisas admiráveis.” (José de Alencar)

A sede de aprender e de sempre se desenvolver é o que fascina o otimista.  Se você tem mentalidade de crescimento,

  1. acredita que pode desenvolver habilidades e ampliar sua inteligência
  2. procura aprender e assim adquirir armas para superar limites
  3. enfrenta seus problemas, imprevistos e obstáculos sem evitar
  4. vê as falhas do processo como aprendizado
  5. entende que o esforço é o caminho do aprimoramento
  6. encara desafios com entusiasmo
  7. vê oportunidades onde inicialmente via só ameaças e crises   

Enfim, o conjunto de boas atitudes do otimismo e da mentalidade de crescimento melhora a sua autoestima, ajuda a enfrentar os estresses e ansiedades diários, além de manter o círculo virtuoso de energia, bem-estar e de alta produtividade, amplificando as chances de sucesso em qualquer área da sua Vida. E então, que tal tentar desta forma?

Baixe aqui o ebook gratuito e conheça um pouco mais sobre a visão da Psicologia a respeito.

Este artigo tem por referência a prática clínica e os conceitos da Psicologia Positiva e da Terapia Cognitivo-comportamental (especialmente a CT-R: Terapia Cognitiva Orientada à Recuperação).

Psicólogo Pascoal Zani
CRP 08/04471

Leave a Reply

Your email address will not be published.