Mundo VUCA ou Mundo BANI?

Que muVUCA era essa, heim? E até ela mudou, estão dizendo agora que o Mundo é BANI! Manter-se sadio ou insano em cenário muito louco: eis a questão!

No jargão popular, confusão, aglomeração: muvuca; na Guerra Fria, VUCA indicava o contexto mundial: Volatilidade, Incerteza (Uncertainty), Complexidade e Ambiguidade; entre executivos o conceito tem embasado planejamentos empresariais.

Porém, recentemente, Jamais Cascio sugeriu um novo olhar, o Mundo BANI:

B – Ele não é só Volátil; é Frágil (Brittle), pode romper a qualquer momento; quem tiver valores sólidos estará mais forte na fragilidade dele (humm!);

A – Para além de Incerto, ele é muito Ansioso, por tanta imprevisibilidade; o autoconhecimento e a atenção plena ajudarão a produzir mais por mais tempo sem adoecer (Olha só!);

N – É Não-linear, acima do Complexo; na rapidez, ação e reação se confundem, exigindo adaptação e flexibilidade, desaprender e reaprender; o “Lifelong learning” poderia mudar para “unlearning and relearning”, heim?!;

I – Mais que Ambíguo, tem muito de Incompreensível; requer criatividade, aceitação e humanização: “Não sois máquinas, homens é que sois!” (Charles Chaplin)

Apesar do panorama descrito, cada situação abre possibilidade de escolha e atuação. Se puder ser resolvida ou influenciada, a ideia é agir. Se não puder: a) afastar-se, evitar; ou b) aceitar e se adaptar.

Toda circunstância é um estressor. Então, lidar com estresse e ansiedade é importante para produzir “tanto por tanto tempo”. No meu blog estão sugestões práticas de como manter corpo e mente saudáveis em cenário turbulento: www.psicologopascoalzani.com.br.

No dia-a-dia, para se manter produtivo e saudável em meio às situações do mundo BANI, algumas dicas podem ser interessantes:

Cuidados pessoais:

• manter disciplina de sono, alimentação e atividade física

• regular uso de cafeína e bebidas alcóolicas

• praticar “ócio criativo” e hobbies, buscar lazer e entretenimento

• aprimorar os relacionamentos treinando assertividade, Comunicação Não-Violenta

• treinar habilidades de inteligência emocional

• que tal alguns momentos mais leves, em contato com a natureza?

Cuidados profissionais:

• responder para si mesmo: “o que me motiva”, “quais são as minhas paixões”?

• planejar a Vida e a Carreira Profissional

• estabelecer prioridades, planejar rotinas e formas de realizá-las com menor desgaste emocional e físico

• aprender a dizer “não” quando for o caso

A Terapia Cognitivo-comportamental treina habilidades de resolução de problemas, redescoberta de valores, tomada de decisões, aperfeiçoamento de relacionamentos, resiliência, autoconhecimento, atenção plena, flexibilidade e inteligência emocional, melhorando, assim, as armas para enfrentar E tirar proveito das batalhas que o mundo BANI apresenta.

Enfim, o cenário é global e a decisão, individual! Situações difíceis existirão sempre, são da Vida! O detalhe é como cada um escolhe viver cada evento: Ameaça ou Oportunidade?

Psicólogo Pascoal Zani – CRP 08/04471

Leave a Reply

Your email address will not be published.