Sucesso em quê?

Sucesso em quê?

Qual conceito você tem de sucesso? Qual é a primeira imagem mental ao pensar nesta palavra?

Para muitos, ser bem sucedido está restrito aos aspectos profissionais, financeiros e acadêmicos. Apesar de serem itens importantes, será que a Vida não é bem maior que eles e, por consequência, você pode ter fracasso ou sucesso, estar feliz ou infeliz, frustrado ou realizado em outras situações também?

Quanto sua noção de sucesso está conectada aos valores e objetivos de vida que você escolheu? A propósito, você escolheu?

Amplie a sua visão.  Revise todas as áreas de sua vida e de uma nota para seu grau de sucesso em cada uma delas:

De zero a dez, quanto você está bem sucedido em sua saúde física? Na alimentação, nos exercícios físicos, no sono e no controle de doenças, por exemplo?

Qual nota você dá para o seu nível de realização nos relacionamentos afetivos, sexuais, amistosos e familiares? Quanto você incentiva as pessoas próximas a crescer, aprender, a viabilizar seus projetos, realizar sonhos e a encarar seus medos? Quanto você escuta com atenção e sem julgar, quanto abraça seus amados, olha com ternura e deixa claro seu amor por eles? E quanto recebe deles esse mesmo tratamento? Quanto você dá do seu tempo para as relações com amigos e com a família?

Qual nota você daria para sua vida acadêmica? Precisa retomar estudos, tem necessidade de títulos ou de aprendizados? Ou está feliz como está?

Qual nota você sente que tem em espiritualidade sentido e o propósito de vida? Com que intensidade você vive? O quanto deseja a vida e sente cada momento como oportunidade única?

De zero a dez, quanto está satisfeito com seus recebimentos mensais, sua profissão, sua produtividade, seus métodos de trabalho, seus resultados, seu gerenciamento financeiro, patrimônio, empréstimos ou investimentos?

Quanto você cuida de você, da sua autoestima, da sua identidade, da sua imagem pessoal, da sua autonomia? Quanto se posiciona e demonstra controle consciente das suas situações?

Que nota você se dá em sonhar, desejar e de fato lutar pelos seus sonhos?

Ter sucesso é conseguir o que se quer? Na maior parte das vezes, pode ser. Mas será que às vezes não é necessário adaptar o sonho à realidade para não viver insatisfeito e aproveitar o que a “vida real” de fato oferece? E depois que realiza o seu desejo, você se mantém satisfeito pelo que alcançou?

Qual nota de zero a dez você dá para o seu sucesso em lazer, experiências de bem-estar e expressão de emoções e de necessidades?

Você tem sucesso em sua saúde mental? A inteligência emocional, a resistência a frustrações, a administração da ansiedade e do estresse, o “sentir-se bem”, como estão, que nota você se dá?

Percebe como o sucesso pode ser algo bem mais amplo e mais conectado com o equilíbrio de tudo o que compõe a sua vida?

Leave a Reply

Your email address will not be published.